A dermatite atópica, também conhecida como eczema atópico, é uma alergia crônica muito comum em crianças, mas também pode ser desenvolvida na fase adulta. Ela ocorre por uma deficiência de hidratação do organismo, causando coceiras, descamação, pele seca e vermelhidão. Os locais mais afetados são: cotovelos, joelhos, rosto, pescoço, mãos, pés e o couro cabeludo.

A Dra. Manuela conta que a pele pode ficar bastante ressecada e o paciente deve evitar coçar para não provocar feridas. Um dos primeiros passos no controle do eczema atópico é eliminar fatores que favorecem o agravamento das lesões, tais como: calor, suor, ambientes secos, estresse ou ansiedade, mudanças bruscas de temperatura, banho quente e uso de buchas e sabonetes nas áreas afetadas.

O uso de hidratantes é muito importante para controlar as lesões e evitar o ressecamento.

Caso sejam identificados outros tipos de alergias é necessário um diagnostico preciso da doença feito por um dermatologista, assim como a Dra. Manuela Boleira, para tratar da forma correta. Ao perceber alterações na pele o certo é marcar uma consulta para que não ocorra uma piora no estado clínico ou estético, a automedicação não deve ser feita.

Hsites, Especializados em Web para a área Médica

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?