O câncer de pele é provocado pelo crescimento anormal e descontrolado de células que compõe a derme dando origem a um novo tecido. Estas células se dispõem formando camadas e, de acordo com a parte afetada, definimos os diferentes tipos de tumor. Existem três tipos de câncer de pele, são eles: carcinomas basocelulares, espinocelulares e o melanoma, sendo o último o tipo mais agressivo.

A principal causa para o desenvolvimento do tumor é a radiação ultravioleta que está presente nos raios solares e na utilização de câmaras de bronzeamento artificial, vale lembrar que mesmo parando de se expor aos raios, o câncer ainda pode se manifestar. Outras substâncias químicas ou até mesmo o Raio-X pode estar associado ao surgimento deste tipo de câncer. Por este motivo a Dra. Manuela Boleira explica o quão é importante o uso de proteção solar e que sejam realizadas consultas periódicas ao dermatologista.

O câncer de pele pode ocorrer em qualquer pessoa, sendo mais frequente em pacientes de pele, olhos e cabelos claros que se queimam com facilidade e tem dificuldade em se bronzear. Pessoas com muitas sardas que se expõem muito ao sol e pessoas com histórico de câncer de pele na família também estão no grupo de risco. Atualmente existem diversas opções para o tratamento do câncer de pele não – melanoma, a forma mais adequada é escolhida de acordo com o tipo e extensão da doença. O tratamento inicial do câncer é feito com a retirada do tumor e de tecidos sadios em volta, para obter uma margem de segurança.

Hsites, Especializados em Web para a área Médica

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?