A acne é uma doença que atinge a maior parte dos adolescentes, porém não esta restrita apenas a eles, podendo aparecer independente da idade. Existem diferentes tipos de acnes e seu surgimento geralmente está associado às mudanças hormonais, estresse, uso de medicamentos, entre outros fatores que estimulam as glândulas da pele, fazendo com que a produção de óleo fique mais elevada. A produção de óleo, somada com a concentração de células mortas nos folículos pilosos da pele, resultam em obstrução, com acúmulo de bactérias e inflamações, fatores esses que estão entre os maiores causadores de acne.

Os locais mais comuns para seu aparecimento são: rosto, pescoço, peitos, costas e ombros. Espremer e cutucar espinhas devem ser evitados, pois além de aumentar sua inflamação podem gerar danos à pele ou piorar a aparência, fazendo com que demore ainda mais tempo para cicatrizar. Segundo a Dra. Manuela, os tratamentos vão variar conforme o grau e intensidade da acne, podendo se feito por via oral, com o uso de antibióticos, ou local através de cremes, géis e sabonetes. Ela explica ainda que a avaliação de um dermatologista é muito importante para identificar qual a forma de tratamento é mais indicado para você, após a consulta podem ser recomendados tratamentos complementares como: extração de cravos, drenagem de abscessos e infiltração de medicações. Para tratar as cicatrizes deixadas pela acne são utilizados preenchimento facial com ácido hialurônico, peelings químicos, dermoabrasão, microdermoabrasão, laser e tratamentos de radiofrequência, microcirurgias para retirar as cicatrizes de acne.

Hsites, Especializados em Web para a área Médica

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?